domingo, 19 de agosto de 2012

Beijo Achegado


Ajuízo o que depressa não carecia
Seus sonhar de menina realidade
Embarco nas biografias não escrita
Meu gosto de experimentar o apego

Teu apego que não apreendo
Se há me envolvo em meus medos
De seu não passar a existir com lisura
E aprecio a sensação da ambigüidade

Padeço sonhando com nossa história
Que esquematiza o não existente
Seu beijo achegado em meus lábios,
Eu conheço sorrindo ao despertar

Rodrigo Szymanski
19/08/12

Nenhum comentário: