segunda-feira, 28 de julho de 2008

Chuva


Chuva que vem caindo mansa como você quando me encontra
Molha suavemente meu rosto retirando à antiga lagrima
Lagrima que não mais se escore em meu rosto molhado
Sorriso de paz que espera a vinda do sol sobre as nuvens em pleno mar
Chuva sem tristeza que cai afastando a poeira da seca que não mais será
Vento na chuva que representa meus sonhos ao relento
Molhado assim estou eu com a certeza de um sol
Sol que é você que me espera em um lugar
Chuva passageira que se vai que se vem
Sair na chuva representa a certeza de se molhar
Agora já sem lagrimas que molham o rosto
Aquele beijo na chuva fria foi nosso sol que aquecia a primavera
Aquela chuva nos Dara a vontade de aquecer a vida
Quero seu beijo molhado pela chuva de paixão


Rodrigo Szymanski

3 comentários:

Mariana Rocha Malheiros disse...

Lindo.......

butterfly disse...

simplesmente a coisa mais romantica que li... beijos

caroline disse...

Oi meu anjo...

Mais uma poesia perfeita...lindaaaaaaaaa

Adoro-te saudades imensaaaa

Bjussss