sexta-feira, 9 de maio de 2008

Eis que surge uma luz


Eis que surge uma luz
Um pequeno sinal de luz
Um foco pequeno de luz
Lá longe no fundo de um horizonte distante, mais tão próximo.
É uma luz que não faz nossos olhos se irritarem
Uma luz nova que sempre esteve ali
Parada esperando que se a busque
Uma luz que por séculos foi tapada pelos que não acreditam
Uma luz que por século foi buscada e destapada por quem acredita
Eis que surgem uma luz
Uma forte mais pequena luz
Que anima os caminhantes
Eis que busquemos esta luz
Vamos em frente a cada passo um novo passo
A cada passo um novo sonho
A cada sonho um novo raio de luz
A cada raio de luz um novo ser que se levanta
É assim que vamos caminhados em direção da luz
E um dia chegar na tão sonhada civilização do amor

Rodrigo szymanski

Um comentário:

Nando disse...

Fala aí Rodrigão... desse jeito vai rolar um livro mesmo... comecei a gostar de escrever...

vlw.. continue!