segunda-feira, 5 de maio de 2008

em missão

A alegria de partir, de sair de si
De ir ao encontro dos outros
Faz-nos encontra tesouros guardados
Escondidos que se revelam na nossa busca do outro
É em missão que encontramos
Sonhos, utopias
Pessoas que marcam nossa vida
Talvez nunca mais se encontramos
Talvez o mundo de voltas e estaremos próximos logo
A certeza é que a lembrança
De dias marcados pela alegria
Ficara marcado em nossos sonhos
Em nossa esperança de outro mundo possível
Cada um com suas diferenças que unem
Cada um com suas, danças, gracinhas, silencio, timidez, tagarelagem
É no Che Che guebare.
Estaremos juntos na lembrança da diferença de ir ate o outro
De um dia lembrar que estivemos em terras “distantes” que se aproximam
Pois nosso sonho é o mesmo
A certeza de que estaremos juntos um dia quem sabe,
nos faz pensar nas alegrias que tivemos juntos
Cada chuva, sol, frio, caminhada, portada na cara
O que importa é caminhar, ir em missão sair de nosso eu.
É a distancia e o sonho que nos unem a sermos somente um.
Juventudeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee em missaoooooooooooooooooooooooo

Um comentário:

Nando disse...

Rodrigão!!! Desse jeito vai dá pra escrever olivro mesmo! prometo que voume didicar mais aos versos também

grande abraço!