terça-feira, 13 de janeiro de 2009

ao eterno profeta "Bitinho"


10 de janeiro uma data especial para mim, pois nasci nesta data.
Mais a dois anos esta data se torna mais marcante, tocante, e lembrada
A dois anos se ia deste mundo material nosso “Bitinho”.
Me lembro do dia, como se fosse hoje ainda, e acredito que jamais irei esquecer. Já era manha umas 10:30 ou 11:00 da manha quem sabe pouco mais, meu telefone toca, no momento pensei que era mais uma ligação ou msg de felicidades, mais não era. Era uma msg que dizia “liga para a Ana ela esta chorando, o padre ludgero faleceu” vindo esta da prima da Ana, eu ligo sem demora, e ela diz que padre ludgero faleceu.
Estávamos na praia e de La retornemos, era um dia triste amargurado por saber da perca, a mais tarde vou para a igreja da santa Barbara para o velório, e antes de entrar na igreja e chegar próximo ao “bitinho” quem ali estava mais que eu saberia que seria a ultima vez que o viria, ali estavam quase todos que partilhar a vida de sonhos ...
mais antes de me aproximar, uma dor que bate no peito, por saber que aquele que acreditava nos nossos sonhos se foi, e uma duvida que batia, por que as pessoas se vão? Por que aqueles que acreditam e que dão sua vida pelo reino sofrem, duvidas que passam em lembrar de sua vida, de sua referencia a todos, de sua opção pelo reino, de usa santidade.
A missa começa muita gente ali o ofertório entrar símbolos de sua vida, e nestes símbolos jovens que ele tanto amava e tanto apoiava, entram com a bandeira da PJ, as lagrimas não para de cair, confesso que o desespero bateu em muitos, que a dor dói como flecha.
Ao fim o mesmo rosto é cantado, e depois desta data é impossível eu escutar esta musica e não lembrar de ti Ludgero.
“os sangues dos mártires fez a semente germinar”
Talvez você se foi tão cruel para nos, que ate hoje dois anos depois se pergunta por que ? sentimos sua falta nas reuniões, nos encontros, nos momentos de crises... sentimos sim Ludgero... de suas sabias palavras que ainda nos dão tanto conforto. Quantas vezes quando somos atacados, quando falam que nosso trabalho não vale mais a pena, faltas você para dizer “escutem a juventude”, e que falta que faz ...
Mais deste tua vida por nos, ensina se a amar, a seguir um caminho com protagonismo.
Hoje nesta data não estas aqui, hoje eu festei meu aniversario, mais não esqueço de ti, de seus frutos, de suas palavras e seu silencio.
Hoje quando olho para a terceira turma da EDEJU que leva seu nome, sei que não estas distante
Sei que ainda olha por nos e teu silencio que fazias já antes permanece na certeza de que o caminho se faz caminhando...
E hoje sei que as nossas escolhas tem que conter sabor de vida...
Tu fosses Bitinho, mais aqui estas.
Saudades de toda uma juventude


Rodrigo szymanski

Um comentário:

Jeh disse...

bah meu amigo Szymanski mesmo é o cara, nossa soh eli pra me emocionar quase 3 horas da manhã eitaaaaaaaaa menino adoro vc muito linda essa história

Se cuida muleque
:D