segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Apenas algumas palavras sobre o ENPJ

Podemos marchar sinceramente na defesa da vida? Marchar não por obrigação, mas sim por vontade de marchar?
Sim é possível que se realize esta marcha. Quando se olha se busca algo, todo o olhar que lancemos estamos na busca de alguma coisa. Talvez por isso sejamos eternos buscadores. E hoje na era da internet e do mundo virtual esta busca ela pode ser muito bem entendida, se joga uma palavra e temos milhares de respostas sobre aquela busca. Mas a busca que falo, ela vai alem do virtual, é uma busca com mística. Por que é a mística que nos move, nos faz pulsar a emoção de buscar e de encontrar, por que com mística temos que aprender a fazer tudo. Ate dizer um “FDP” (Formação decisiva de profetas). A busca se da nos abraços concretizados nos olhares de ternura cheios de lagrimas da emoção da chegada ou da partida. Pois quem busca sempre esta chegando e partindo. Com a certeza de sempre estar deixando marcas, sonhos, esperança e dividindo o coração para todos que encontra.
Marchamos por um ideal, somos os herdeiros do amor, e por isso temos uma missão dura nesta marcha pela vida. Marchar com amor não é só marchar para uma direção. Ser herdeiros do amor é marchar para o “Caminho”, que é Luz e Verdade.
Na historia quase todas as grandes vitorias são feitais por marchas (de bons ou Ruins)mas nossa marcha e de simplicidade, resistência e amor. Uma marcha mais parecida com uma ciranda, dança de leveza com marcação ritmada no bailar da vida. Uma ciranda de amor, um amor sem medida. Amor como missão de quem caminha e dança a vida!
Na busca do amor conseguimos nos encontrar. E perceber que este mundo virtual que unia muitas pessoas é um mundo real de sonhos e utopias. Uma busca pelo caminho que nos leva a nos encontrarmos unidos em um ideal. Não queremos muitas coisas, na verdade só a “Civilização do Amor” já nos satisfaz!
Marchamos por isso, por sermos buscadores da “Civilização do amor”, e pelo caminho iremos nós encontramos, pois, mesmo que hoje não somos os mais queridos, não somos a massa, mesmo que hoje existem Setores que querem um marco zero, e desejam negar nossa historia e iniciar uma historia vista de cima. Mesmo que decretem o nosso fim após uma jornada. Mesmo que... Não importa nada disso, nós “somos uma igreja jovem”.
Uma igreja jovem simmmmmmmmmmmmmmmm , que sabemos que “viemos pra incomodar” pois comungar é ser Um com Ele. E foi com Ele que morreu em uma cruz por incomodar tantos poderes (religioso, social, político). Também queremos comungar para se tornar um perigo sim! Em nossa memória, nossa mística, nossa espiritualidade esta o vivencial dos mártires Latinos Americanos daqueles gritaram por “ter voz, ter ver, lugar” com os punhos fechados em forma de resistir às opressões!
Marchar é se encontrar com quem ama sem medida, é dançar a ciranda de uma igreja jovem, é seguir o exemplo Dele que “tendo amado os seus, amou-os ate o fim”. Marchar é encontrar pessoas que marcam nossa vida, é ser amigos, irmão, companheiros mesmo tendo sotaques, cores, costumes, cabelos, rebolado diferente. A diferença é nossa unidade!
Tudo isso é ser PASTORAL DA JUVENTUDE... Tudo isso é ter vivido e aprendido no 10º ENPJ... tudo isso é ser seguidores/as de JESUS CRISTO.
Rodrigo Szymanski
16/01/12

Um comentário:

Allana T. disse...

excelente blog!!!! parabéns!!


visite o meu blog ... se quiser pode comentar tb http://allanatlarsen.blogspot.com/

ahh logo logo vamos estar d cara nova.... :D

bjs