quarta-feira, 21 de abril de 2010

Deixa-me

Deixa eu te chamar pelo nome
Um nome que só eu reconheço
De um jeito que só eu sei

Deixa eu te tirar do escuro
Levar-te para luz do sol
Onde consigo contemplar seu rosto de menina

Deixa eu te amar em silencio
Calado, deitado em seu colo
Simplesmente contemplando seu ser

Deixa-me ser
Deixa-me estar
Deixa-me sonhar
Deixa-me com você ficar

Rodrigo szymanski
21/04/10

Nenhum comentário: