sábado, 28 de junho de 2008

Gosto de seu ser


Gosto do seu beijo estranho de menina travessa
Daquele jeito de mulher fascinante
Daquela sua maneira de sonhar
Gosto de seu beijo suave
De suas mãos macias
Gosto de estar ao seu lado
De sonhar com nosso futuro
De olhar seus olhos que me trazem respostas
Gosto de escutar suas palavras me falando da vida
Fazendo me apaixonar a cada estante
Gosto de pensar em você
De te ter aos meus braços
E acariciar seu rosto nu
Gosto de você como flor do amanhecer
Gosto de gostar de você

Rodrigo szymanski

Um comentário:

Mari Malheiros disse...

Oi lindo

ai... q poema fofinho... esse tbm jah tah no meu caderninho d poesias favoritas...

=D

Bjs da amiga q vc pensou q era gaucha